Aproveite

:

sábado, 22 de outubro de 2016


O ex-ministro José Dirceu, preso na Operação Lava Jato, pediu ao juiz Sérgio Moro que o coloque em liberdade vitimizando com a idade.

  • Nesta sexta-feira 21, Dirceu prestou um novo depoimento ao magistrado e negou as acusações de que tenha recebido propina por parte de fornecedores da Petrobras. Moro negou o pedido.
  • Vitimizando com a idade e filha
  • No depoimento, Dirceu se vitimizou dizendo que precisava trabalhar para sustentar a família.
  • Eu tenho mais de 70 anos, tenho uma filha menor, eu preciso trabalhar. 
  • Porque a realidade, o senhor sabe disso, a realidade da minha família toda é de dificuldade financeira. 
  • Eu não estou dizendo isso para o senhor ter piedade de ninguém, porque a responsabilidade é minha pelo que aconteceu.
  • Eu estou dizendo isso porque são fatos subjetivos, para não passar para opinião pública a ideia de que eu tenho renda, sou rico", afirmou. 
  • José Dirceu tem uma Gorda aposentadoria que sustentaria várias famílias que vivem com menos de um salário minimo no País, e ainda existem aqueles políticos nefastos como [FHC] Fernando Henrique Cardoso que diz que tem que diminuir o salário minimo, assim o salário de qualquer trabalhador não aumentaria também.
  • Condenado a 20 anos e dez meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa, e réu em outra ação penal da Operação Lava Jato, o ex-ministro José Dirceu aproveitou uma audiência diante de Sergio Moro na Justiça Federal em Curitiba nesta sexta-feira para apelar às emoções do magistrado. 
  • Ao final de sua oitiva, em que negou ter recebido propina de contratos da Apolo Tubulars com a Petrobras e julgou a denúncia do Ministério Público como “completamente inepta”, Dirceu disse que gostaria de fazer colocações finais e afirmou que “gostaria de pleitear o direito que eu considero que eu tenho, de responder esse processo em liberdade”.
  • Moro lembrou a Dirceu que o processo em que ele tem uma condenação e um mandado de prisão preventiva é outro, sobre recebimento de propinas da Engevix, mas o ex-ministro insistiu.
  • Não é possível que alguém acredite que eu vou fugir ou obstruir a Justiça ou muito menos que sou uma ameaça à ordem pública na situação em que eu estou, preciso sair para trabalhar para sustentar minha filha que tem seis anos de idade, apelou José Dirceu.
  • Apesar do pedido, Moro disse que já se posicionou sobre a manutenção da prisão. O senhor tem um advogado competente, que está pleiteando a liberdade para o senhor nas instâncias recursivas, mas o meu posicionamento eu já coloquei nesse caso", respondeu o juiz. 

  • Moro ironizou 
  • "Vou libertar todos os criminosos desse país para que que eles toquem suas vidas".

  • Dirceu ainda negou que tenha recebido R$ 2,1 milhões em propinas, em um contrato para o fornecimento de tubos para a Petrobras. O contrato é do ano de 2009, quando Dirceu já não ocupava mais nenhum cargo público. "Considero a denúncia completamente inepta. Eu não sei porque que eu estou sendo relacionado com esse contrato, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário