Aproveite

:

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Lula e Marisa Letícia precisam saber que, por falta de celas para casais, a cadeia separa o que o Petrolão uniu.

    Noticias das quais o Brasil inteiro fala e que a Jornalista Joice Hasselmann também falou e serviu de motivo para Luis Inácio processa-lá.

  • Lula será preso? Talvez; mas não é obrigatório que a prisão ocorra. Pode acontecer até que ele seja condenado num dos três processos a que por enquanto responde e o juiz lhe dê o direito de recorrer em liberdade.
  • Aliviada para #Ocrime
  • O ex-ministro José Dirceu, que Lula gostava de chamar de Capitão do Time, acaba de provar que sete anos e 11 meses se esgotam em dois anos. Graças a essa matemática política, está livre da pena do Mensalão. Só não está livre, leve e solto por ter sido condenado também no Petrolão. É uma das últimas heranças de Dilma antes de ser impichada.
  • Pensando no próprio Beneficio
  • Em dezembro, Dilma assinou decreto de indulto natalino extinguindo a pena de condenados abaixo de oito anos, que tivessem cumprido um quarto do período, sem falta disciplinar grave. Dirceu, veja só a coincidência, tinha pena de 7 anos e 11 meses, precisamente no limite. Tinha cumprido dois anos, um na prisão, outro em casa. Por sorte, bem no limite. Mas tinha mantido o envolvimento no Petrolão enquanto cumpria pena pelo Mensalão. Por isso, o ministro Luis Roberto Barroso impediu que Dirceu tivesse o perdão. Mas aí ocorreu outra coincidência: o procurador Janot informou que Dirceu tinha cometido os crimes do Petrolão até 13 de dezembro de 2013. Como foi preso no Mensalão em 15 de dezembro de 2013, por coincidência já há dois dias tinha abandonado as atividades ilegais. E isso permitiu que obtivesse o indulto das penas do Mensalão.
  • Se fazendo de bom para garantir o direito
  • Claro que Dilma não escolheu o limite de oito anos para beneficiar Dirceu. Deve ter jogado dois dadinhos para cima ao escolher o número. Nem ninguém pensaria num preso específico na hora de verificar o bom comportamento. Dirceu, efetivamente, acordou num determinado dia disposto a mudar de vida e a cumprir a lei. Ponto final. E foi recompensado pelo céu: por ter-se regenerado bem a tempo, ganhou o indulto. Alvíssaras!
  • Petrolão, petrolão existe alguém mais #Ladrão! 
  • Em depoimento, Delcídio do Amaral revelou detalhes de como o ex-presidente conduzia o esquema que desviou cerca de 20 bilhões de reais dos cofres públicos.
  • Delcídio declarou ainda que nenhum outro presidente usou tanto a Petrobras politicamente como Lula. 
  • O petista despachava pessoalmente com os diretores da estatal.
  • Além disso, lançava mão da companhia como instrumento de disputa eleitoral — por exemplo, ao defender uma política de conteúdo nacional, em contraposição à suposta intenção do PSDB de privatizar a petroleira.
  • Delcídio foi preso em novembro do ano passado, ao ser flagrado tentando comprar o silêncio de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras que negociava uma colaboração premiada e prometia revelar segredos que comprometeriam Lula. 
  • Na cadeia, o ex-senador negociou o próprio acordo de colaboração.
  • Suas revelações mostraram que, além de Lula, a então presidente Dilma estava envolvida em tentativas de sabotar a Operação Lava-Jato. A ex-presidente é alvo de um inquérito da Polícia Federal. 
  • Lula já foi indiciado por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário