Aproveite

:

sábado, 1 de outubro de 2016

Ex-ministro da Previdência Social do governo Dilma, Carlos Gabas é 
suspeito de ter usado sua influência junto ao INSS para agilizar a 
aposentadoria da ex-presidente sem agendamento.

Ministério do Desenvolvimento Social ordenou que INSS instaure sindicância. Revista 'Época' revelou que ex-presidente obteve auxílio para se aposentar.


  • O Tempo médio de espera para que um brasileiro comum consiga MARCAR uma Data para requerer a aposentadoria é de 74 dias. 
  • Dilma teve auxílio de servidores para obter o benefício social sem entrar na fila dos aposentados. 
  • A publicação também teve acesso a documentos que mostram que o cadastro da petista foi alterado 16 vezes dentro da sede do INSS em um mesmo dia para regularizar os registros de trabalho dela.
  • Segundo a revista, no dia 1º de setembro, menos de 24 horas depois de Dilma ser afastada da Presidência por meio de um impeachment – Gabas foi atendido diretamente por Iracemo da Costa Coelho, chefe de uma agência do INSS em Brasília, para formalizar a aposentadoria da petista.
  • A revista afirma ainda que não há rastro de agendamento no sistema do INSS para que Dilma (ou alguém com uma procuração em seu nome) fosse atendida no dia 1º de setembro ou em qualquer outra data.

Nenhum comentário:

Postar um comentário