Aproveite

:

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Moradores reclamam de ‘maldição’ em prédio do tríplex de Lula. "Se não for meu não será de mais ninguém"...

Edifício Solaris, no Guarujá, acumula problemas como funcionários demitidos, ameaças de processos trabalhistas e desvalorização.
  • O Edifício Solaris, na Praia das Astúrias, no Guarujá, endereço do tríplex que levou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à condenação em primeira instância, vive o seu próprio drama ou, como dizem alguns moradores e veranistas, o seu próprio “carma” e “maldição”.
  • O prédio, que virou uma espécie de “ponto turístico acidental”, e passou a ser chamado de “prédio do Lula” ou “prédio do tríplex do Lula“, coleciona uma série de problemas: funcionários demitidos, ameaça de processos trabalhistas, desvalorização dos imóveis, reformas que demoram mais de um ano, piscina interditada e reparos que custam mais caro do que a média do mercado porque “o prédio é famoso”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário