Aproveite

:

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Previdência Social. O estarrecedor número de R$ 2,3 trilhões, referente a um déficit atuarial, acusando o governo Dilma de ter “feito sumir” este valor de seu balanço. Não demorou muito tempo para que o número circulasse em comparações com o esquema do Petrolão, que causou prejuízos de R$ 88 bilhões à Petrobras.

Previdência Social sobrou em trilhões e deveriam ter sido aplicado em fundos para render e não faltar
  • Não faltaram acusações de que o Partido dos Trabalhadores embolsou esse dinheiro.
  • A histórica rejeição por unanimidade das contas do governo Dilma Rousseff no Tribunal de Contas da União (TCU), pela primeira vez na história, terminou dando forma a uma acusação repetida a exaustão nos últimos meses, não muito bem clara para a maioria esmagadora da população brasileira: o crime envolvendo as pedaladas fiscais (ou fraudes contábeis, em bom português).
  • Após o anúncio, além do placar de 9×0, dois números chamaram a atenção. O relator do caso, ministro Augusto Nardes, apontou que as irregularidades atingiram a soma de R$ 106 bilhões apenas no ano de 2014 (sendo R$ 40 bilhões apenas nas pedaladas). Em outro momento, o ministro trouxe à tona o estarrecedor número de R$ 2,3 trilhões, referente a um déficit atuarial, acusando o governo Dilma de ter “feito sumir” este valor de seu balanço. Não demorou muito tempo para que o número circulasse em comparações com o esquema do Petrolão, que causou prejuízos de R$ 88 bilhões à Petrobras. Não faltaram acusações de que o Partido dos Trabalhadores embolsou esse dinheiro.
  • Neste caso, porém, as coisas não são exatamente o que parecem- e a ignorância econômica definitivamente não deve se tornar uma arma contra um governo cuja defesa está toda pautada em explorar a ignorância econômica alheia.
  • O atuarial da expressão refere-se às ciências atuariais, uma ciência que lida diretamente com o risco e é fundamental para estruturar questões relativas à previdência ou seguro, por exemplo. Fortemente focada em conhecimento da matemática, muitas vezes complexa e pouco acessível, as ciências atuariais são geralmente desconhecidas para a maior parte da população. Alguns conceitos, porém, são mais simples do que parecem e não requerem que você seja um grande conhecedor de estatística ou ministro de um Tribunal de Contas para entender. Um deles é exatamente o conceito de déficit atuarial.
  • Déficit atuarial nada mais é do que a soma do descompasso entre receitas e despesas de um regime previdenciário, e este é exatamente o caso da previdência brasileira. Baseada em 2 grandes grupos divididos em outros 2, a previdência pública brasileira é um grande problema com prazo para ser solucionado. Esta é a conclusão possível de se tirar do déficit apresentado pelo ministro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário