Aproveite

:

quarta-feira, 14 de junho de 2017

O investimento, porém, deu musculatura à JBS para sustentar o ritmo frenético de compras de concorrentes e partes deles. Foram ao menos dez aquisições relevantes a partir de 2007. Isso levou a JBS ao posto de maior empresa privada do Brasil, em 2014 – hoje ela ocupa o 3º lugar, atrás de Itaú Unibanco e Bradesco, e é a 519ª maior companhia do mundo no ranking da revista americanaForbes



Segundo informou o Estadão, a concorrência da JBS/Friboi planeja expansão. O frigorífero Minerva, que é o terceiro maior do Brasil, irá reativar algumas unidades e com isso gerará novos empregos. Outra empresa gigante do segmento, a Marfrig, está avaliando a abertura de frigoríferos que estão fechados.
Que toda essa situação lastimável gerada pelos irmãos Batista sirva, no mínimo, para que outros do ramo consigam expandir seus negócios e para que sejam criados novos empregos.


Em 2007, o grupo se beneficiou da política adotada pelo BNDES, no governo Luiz Inácio Lula da Silva  de escolher campeões nacionais e fomentar sua expansão internacional. O banco federal fez então sua primeira injeção de capital, com a compra de uma participação no grupo – hoje, essa fatia está em 23%. A operação vem sendo questionada pelo Tribunal de Contas da União, que estima que o BNDES tenha acumulado prejuízo de R$ 711 milhões com a parceria de uma década.


Joesley acompanhou Lula, ou foi acompanhado por ele, num encontro com representantes da Venezuela. Lula é também lobista da JBS-Friboi?
Leitores avisam que a foto foi tirada com venezuelanos em São Paulo. Será que foi no mesmo dia em que Lula chamou os irmãos da JBS-Friboi ao Instituto Lula?

Joesley Batista, em frente a Lula, com hermanos. Lula é lobista do JBS-Friboi?

Nenhum comentário:

Postar um comentário