Aproveite

:

quarta-feira, 28 de junho de 2017

João Alberto Souza, responsável pelo arquivamento da representação contra Aécio Neves no Conselho de Ética, foi informado de que processo pode ser reaberto. 
  • O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza, passou mal ontem a tarde e foi levado às pressas para o hospital.
  • Ele começou a apresentar os primeiros sinais de que não estava bem depois de ser informado que um grupo de senadores havia conseguido o número de assinaturas necessário para desarquivar a representação contra Aécio Neves.
  • Ontem, foi protocolado no colegiado uma solicitação, rubricada por cinco parlamentares, para que o processo do tucano seja reaberto.
  • Com o presidente do Conselho, João Alberto, por sua conta e risco, foi quem decidiu enterrar a denúncia que pedia a cassação do mandato de Aécio.
  • Mesmo visivelmente combalido, ele se recusava a seguir os conselhos de seus assessores de ir para o hospital.
  • João Alberto só decidiu procurar um médico após Eunício Oliveira, chamado por servidores do gabinete, convencê-lo de que a situação poderia ser grave.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário