Aproveite

:

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Troca de xingamentos aconteceu de madrugada na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

  • O senador Lindbergh Farias se envolveu em uma confusão nesta madrugada 26. Ao sair de um restaurante na Barra da Tijuca, o petista foi abordado por um jovem que gritava insistentemente “Fora, PT” e “Fora, Lindbergh”. O senador retrucava chamando o rapaz de “Fascistinha” e “Babaca”. Por muito pouco, não houve agressão física. O jovem chegou a tirar a camisa e partir para cima do senador, mas foi contido por pessoas que estavam no local. 
  • Senadores do PT teriam recebido ao menos R$ 4 milhões, apontam petições

  • Para Procuradoria-Geral da República, há indícios de que Gleisi Hoffman e Lindberg Farias sabiam que repasses recebidos da Petrobras eram ilícitos.
  • As petições para a abertura de inquérito contra políticos implicados no esquema de corrupção na Petrobras apontam que os três senadores do PT investigados pela Operação Lava Jato teriam recebido ao menos 4 milhões de reais de forma ilícita. 
  • Nos documentos o Procurador-Geral da República, indica haver indícios de que a ex-ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffman, e Lindberg Farias sabiam da irregularidade das verbas ao pedirem doações para suas campanhas. O PGR pediu a investigação de ambos, além do ex-ministro da Saúde, Humberto Costa. 
  • Os senadores Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lindbergh Farias (PT-RJ), Gladson Cameli (PP-AC) e Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) são investigados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Indicado para assumir uma das vagas de suplente, o senador Humberto Costa (PT-PE), líder do governo no Senado, também é investigado pelos mesmos crimes citados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário