Aproveite

:

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin, afirmou nesta quinta-feira que entrou com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra os procuradores da força-tarefa da Lava Jato.
 
 Em coletiva de imprensa que concederam ontem para apresentar a denúncia contra Lula, sua mulher e mais seis pessoas. Segundo o advogado, ao chamar o ex-presidente de “peça-chave” e “comandante máximo do esquema”, o Ministério Público Federal do Paraná incorreu em “desvio funcional” ao tratar de um assunto que não está na sua jurisdição, uma vez que o crime de organização criminosa é investigado em Brasília.

Em tom duro, Zanin voltou a dizer que a coletiva não passava de um “espetáculo indevido” feito com o “único intuito de enxovalhar o ex-presidente e sua família”

Nenhum comentário:

Postar um comentário